Amazonense Juvenil: Nacional e Manaus FC fazem ''duelo de fênix'' pelo título do segundo turno

21 JAN 2017
21 de Janeiro de 2017
Na esquerda, jogadores do Manaus FC comemoram o gol de Cyro. Na direita, elenco nacionalino agradece torcida presente no CT Barbosa Filho. Fotos: Deyvid Jhonatan/Rádio JÁ Panamazônica
"A fênix é um pássaro da mitologia grega que, quando morria, entrava em auto-combustão e, passado algum tempo, renascia das próprias cinzas" - Wikipédia.

Fênix. Assim podemos definir os elencos de Nacional e Manaus FC no Campeonato Amazonense Juvenil. Apesar de estarmos em 2017, a competição ainda busca definir o campeão de 2016, após longa demora para definir o andamento da competição.

Ainda em 2016, as equipes de Fast e Rio Negro chegaram a grande final. Porém, ambas as equipes foram denunciadas e acabaram julgadas pelo TJD/AM. Por escalação de atleta sem contrato com o clube, o Rio Negro foi excluído do torneio. Com essa decisão, o Sul América, vice-campeão do primeiro turno, herdou o título.

 o Fast perdeu 4 pontos por escalar um jogador que não pagou suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Então, duas opções passaram a ser cogitadas: final entre Fast x Sul América ou a volta das semifinais do segundo turno. Um mês depois, foi decidido que os 4 primeiros colocados do segundo turno voltariam à competição para a disputa da semifinais: Nacional, Manaus FC, Fast e São Raimundo. Porém, por conta da suspensão do São Raimundo após W.O contra o Sul América na última rodada da fase de grupos do 2º turno, o Tarumã herdou a vaga.
São Raimundo em 2016: desistência do Juniores e W.O no Juvenil. Temporada pra não repetir.
Foto: Deyvid Jhonatan/Rádio JÁ Panamazônica
Depois de muita enrolação, a bola rolou na última quarta-feira no CT Barbosa Filho. A primeira semifinal foi disputada entre Manaus FC e Fast Clube. O jogo foi decidido nos 10 minutos finais.

Aos 42 minutos da etapa final, Gabriel colocou o Fast na frente do placar. O gol ia garantindo a classificação do Tricolor às finais do segundo turno, mas Cyro marcou um golaço aos 44 minutos. O resultado dava a classificação ao Gavião do Norte, por possuir melhor campanha na fase de grupos. Mesmo assim, Ravier marcou de pênalti aos 50 minutos de jogo e garantiu a vitória da equipe comandada pelo técnico Roberley Assis.

A segunda semifinal foi entre Nacional e Tarumã. No primeiro tempo, o Leão da Vila Municipal abriu 3 a 0, com gols de Rafael Rennardy, Léo e novamente Rafael Rennardy, vice-artilheiro do Amazonense Juvenil com 19 gols marcados.

No segundo tempo, o Tarumã tentou reagir, marcando gol com Carioca. O Nacional respondeu com novo gol de Léo, um de Ligeiro e um de Keven. Alexsandro marcou o segundo gol do Tarumã, mas Keven marcou o sétimo do Nacional (segundo dele no jogo). Por fim, Leleu ainda marcou o terceiro gol do Lobo do Norte, dando números finais a partida: Nacional 7x3 Tarumã.
Natural de Pauini, o jovem Rafael Rennardy é o artilheiro do Nacional no Juvenil, com 19 gols.
Foto: Deyvid Jhonatan/Rádio JÁ Panamazônica
A final Nacional x Manaus FC acontece neste sábado (21/01) às 10 horas da manhã, no CT Barbosa Filho. Com melhor campanha na fase de grupos, o Nacional joga com a vantagem do empate. Após ambas as equipes terem sido eliminadas na fase semifinal ainda em 2016, resta saber qual ''fênix'' aproveitará seu ressurgimento na competição em 2017.


Matéria: Deyvid Jhonatan
Voltar

© 2014-2016 Rádio Já - Emissora Panamazônica. Todos os direitos reservados